Alguém já te tirou as asas? Provavelmente sim, mas pode ser que ainda não tenha se dado conta. Demora um pouco, e sei por experiência própria. O que posso dizer é, confia no processo e continue caminhando, ainda que a passos lentos, continue.

Mas esse texto não é para falar sobre quem nos tira asas, mas sim sobre quem nos dá. Então repito a pergunta inicial com uma sutil mudança, alguém já te deu asas? Espero que sim. Primeiramente entenda existe uma falha nessa pergunta e deixei que assim ficasse justamente para poder explicar que ninguém tem a capacidade de dar a asas a ninguém, mas existe uma mágica nas coincidências da vida onde a pessoa certa tem o poder de libertar as suas.

Mas quando isso acontecer você vai se assustar, pode decidir fugir, sumir. Você vai achar que fez a escolha certa por anos e de repente uma coincidência orquestrada pela vida vai colocar vocês no mesmo lugar, sob o céu de inverno, nuvens encobrindo a lua cheia e a chuva forte como mmelodia. É um processo que vai te virar do avesso, quando acontecer esteja presente. Desfrute. Pode ser que nunca mais aconteça, ou pode ser que aconteça para sempre.

Não existe muita explicação para algumas conexões, elas simplesmente são. Para que entender se podemos sentir? Honrar nossos sentimentos é acreditar na conexão com o divino, é saber que o melhor sempre nos encontra. Quando nada é certo tudo é possível. Tudo.

A sua intuição vai te dizer o que fazer, não espere um sinal luminoso no céu ou anjos vestidos de branco batendo na porta. É mais sutil e profundo, então é preciso silenciar para escutar e acredite em mim a resposta chega. E você vai perceber o que já sabia há anos, vai confiar e abrir as asas e ouvir “voa menina, voa”.

Se você já viveu esse encontro ou reencontro meu conselho é ame sem moderação. É um milagre quando acontece, então mais uma vez desfrute. Faça o que for necessário, e viva esse sentimento. Honre a conexão, celebre a “coincidência”.

São quase meia noite o vento sopra forte por aqui, já não tenho medo minhas asas estão abertas…

Com amor,

Dona Maria Flor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s