Alma Forte

Alma Forte

Tirei esse final de semana para descansar, desde que comecei a empreender não me lembro de ter reservado um tempo só pra mim. Apesar de estar conciliando as coisas e amar profundamente o que estou fazendo, não ligar o computador por dois dias foi uma experiência muito produtiva.

Como de costume fui aproveitar o sol após o almoço e quando ele se foi lá por volta das 15h senti uma vontade latente de cozinhar. Nesse período de isolamento me descobri na cozinha, cozinhar para quem amamos é um privilégio.

“Domingo é dia de bolo”, essa é a frase preferida da minha mãe. Fui para cozinha, peguei os ingredientes, coloquei uma música e enquanto preparava os bolos (sim, isso mesmo no plural) uma sensação boa me encontrou. Sabe, aquela sensação de alegria, de presença e agradecimento. Os meninos brincando, a batedeira trabalhando e eu ali completamente absorvida pela tarefa. Cozinhando e feliz.

Uma retrospectiva passou pela minha cabeça, enquanto ajeitava as maçãs sobre a massa. Tantas escolhas e caminhos, pessoas e decisões, alegrias e tristezas, e ainda assim eu estava ali, imersa em uma sensação de profunda harmonia com o todo. Me perguntei como era possível depois de me despedaçar por diversas vezes, me sentir mais inteira do que antes? E a forma me respondeu: Alma Forte.

Fiquei alguns segundos olhando pra forma e sorri. Agradeci e continuei. Quando perguntar, abra o coração e receba. A resposta sempre vem, sempre vem.

Com Carinho,

Dona Maria Flor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s