Compre de quem faz

Nessa vida de arteira uma coisa eu aprendi bem direitinho é dar valor comprando de quem faz. Depois que a gente começa a vivenciar vários processos de criação do próprio trabalho, a gente dá mais valor aquilo que leva uma assinatura. Não só pelo produto ou serviço propriamente, mas também por todo o processo de criação. Pode acreditar que ser fazedor de coisas é mágico, um processo onde nunca se sai inteiro, sempre deixamos algo registrado no trabalho. Eu acho isso maravilhoso. Quando descobri esse manifesto na internet logo de cara me identifiquei e achei por bem criar esse texto, pra mostrar que se queremos um mundo diferente precisamos repensar nossas atitudes e sim, com certeza nossas atitudes de consumo.

mam

Entra lá no site pra conhecer melhor O Manifesto Compro de quem faz.

Pra começar já digo que é algo que nos refina, não no sentido de ser superior, mas sim em questão do nosso olhar pro mundo, e pras coisas que estão no mundo, e pra quem anda fazendo essas coisas. Aos poucos vamos criando e fortalecendo as relações entre os produtos que consumimos e as pessoas que estão por trás do processo. E isso é mágico, poder falar olho no olho nos devolve a humanidade perdida entre tantos ramais e atendimentos eletrônicos. Sim eu quero conhecer quem planta a alface que eu como. Parece maluquice mas não é. Te convido a se permitir se relacionar com pessoas que são fazedoras de coisas… o brilho no olho é diferente. Existe humanidade nisso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s